21 de julho de 2015

Dúvidas Frequentes

Dúvidas Frequentes

1. Quais são os requerimentos necessários para desenvolver negócio com a Global Trading?

O principal requerimento é possuir o Radar Comercial, ou seja, habilitação ao comércio exterior para atividades de importação.

Nao basta ter desejo de importar, o cliente tem que realmente saber que importação não é igual a compra local onde terá um desencaixe antecipado em relação as compras locais.

 

2. Quais as diferenças entre o radar simplificado e ordinário?

Simplificado: automonia de até USD 150 mil a cada 6 meses

Ordinário: sem limite de importação

 

3. Possuindo o Radar eu poderei importar qualquer tipo de produto?

Depende do segmento da empresa. Exemplo: Se é uma empresa especifica de informática, não poderá importar veículos.

 

4. Tenho interesse em desenvolver negócios com fornecedores asiáticos, mas não possuo Radar. O que devo fazer?

Você pode usar a nossa empresa importadora para fazer as importações para sua empresa ou usar o Importa Fácil do Brasil.

 

5. Quais as modalidades de importacao e suas diferenças?

Importação por Conta Própria: consiste na operação em que a empresa importadora adquire mercadorias do exterior, fazendo-a em seu nome e sendo responsável pelo fechamento e liquidação do contrato de câmbio com recursos próprios, para, em seguida, vendê-las no mercado interno.

Nessa sistemática, a transmissão da propriedade das mercadorias importadas dá-se entre fornecedor e importador, e, em momento subseqüente, tem-se nova transmissão da titularidade, que passa do importador para o adquirente nacional.

Neste caso há, efetivamente, dois contratos de compra e venda:

(I) um, entre o fornecedor estrangeiro e a empresa importadora;

(II) outro, entre esta e a pessoa brasileira que adquire a mercadoria mediante transação interna.

Importação por conta e ordem de terceiro: é um serviço prestado por uma empresa importadora a qual promove, em seu nome, o despacho aduaneiro de importação de mercadorias adquiridas por outra empresa adquirente em razão de contrato previamente firmado, que pode compreender ainda a prestação de outros serviços relacionados com a transação comercial, como a realização de cotação de preços e a intermediação comercial (art. 1º da IN SRF nº 225/02 e art. 12, § 1°, I, da IN SRF nº 247/02).

Importação por encomenda: é aquela em que uma empresa adquire mercadorias no exterior com recursos próprios e promove o seu despacho aduaneiro de importação, a fim de revendê-las, posteriormente, a uma empresa encomendante previamente determinada, em razão de contrato entre a importadora e a encomendante, cujo objeto deve compreender, pelo menos, o prazo ou as operações pactuadas (art. 2º, § 1º, I, da IN SRF nº 634/06).

Para maiores informacoes e detalhes sobre essas modalidades de importação, acesse o site da Receita Federal em:http://www.receita.fazenda.gov.br/Aduana/Importacao.htm

 

6. Como funcionaria essa importação em termos de impostos?

Os impostos dependem da classificação fiscal de cada item mas constituem de II, IPI, PIS-COFINS e ICMS. Você pode consultar sabendo o código NCM ou HS CODE do produto que queria importar, nós iremos fazer essa pesquisa e fornecer os detalhes em uma tabela de custos aduaneiros e impostos.

 

7. É possível obter financiamento da minha importação?

Sim. Sendo importação por conta própria você deverá consultar o seu Banco de relacionamento. Caso seja Importação por Encomenda, a Trading que fará a operação juntamente com sua empresa deverá ser a responsável por todo financiamento da operação conforme informado anteriormente. Nesse caso você poderá avaliar os prazos de pagamento junto com a sua Trading.

 

8. Quais são as formas de pagamento disponíveis para importação?

Antecipado, A vista, A prazo. Esta é uma relação comercial entre importador e exportador. Na grande maioria dos casos, ao fazer negócios com a Ásia, você irá pagar 30% do valor total da mercadoria para início da produção e 70% junto com o frete antes do embarque.

 

9. Qual forma de pagamento fornece maior segurança?

Depende, se você está vendendo (exportando) o ideal é pagamento antecipado. Se está comprando (importando) o melhor será a prazo desde que o fornecedor concorde. Para ter segurança no pagamento, conte com a Global Trading  para garantir segurança em suas operações.

 

10. Não possuo experiência em importação, mas tenho interesse em abrir o Radar. Como posso receber o auxílio para essa parte burocrática?

A Global Trading possui parceria no Brasil que poderá auxiliar toda a parte operacional tais como verificação de documentos conforme legislação aduaneira, acompanhamento do embarque internacional, desembaraço aduaneiro, etc.

Um contador habilitado de confiança também é apto para passar essas informações para vocês.

 

11. Meu fornecedor também me possibilita desenvolver meus produtos e ainda tenho prazo para pagamento. Sendo assim, qual seria a minha vantagem em fazer todo esse processo por conta própria? Qual seria o impacto médio em percentual de ganho?

A vantagem é evitar custos adicionais com importadores (intermediários), impostos em cascata na revenda, ter mais transparência no próprio negócio aos olhos da Alfândega, possibilitar financiamento já que a importação é própria, maior controle sobre os custos, etc. Quanto ao ganho exato financeiro, dependerá de caso a caso e mercado.

 

12. Sou exportador e tenho interesse em importar partes. Como funcionaria essa importação (impostos, etc)? Haveria algum benefício?

Será uma importação como outra qualquer. Os impostos, conforme dito anteriormente, dependem da classificação fiscal de cada item mas constituem de II, IPI, PIS-COFINS e ICMS.

 

13.  O que seria o Drawback?

É um beneficio fiscal onde através de uma autorização do SECEX importa-se um determinado produto com isenção de impostos com a obrigatoriedade de exportá-lo.

 

14. Uma vez que a cotação do dólar é instável, qual seria a forma de proteger minha operação de uma variação cambial?

Esta é uma estratégia comercial, portanto vai depender de cada caso. Indexar suas vendas em dólar no mercado seria uma solução desde que seus clientes aceitem.

 

15. Quanto tempo leva para o meu produto ser liberado no porto/aeroporto?

Se a documentação estiver toda correta, de 2 a 10 dias da data do registro da DI (Declaração de Importação) dependendo do canal (verde, amarelo ou vermelho).

Deixe uma resposta